São João Batista recebe todos os santos

A comunidade bresciense festejou seu padroeiro, São João Batista, no domingo de céu limpo e ensolarado, 22/06. A festa foi o encerramento da peregrinação de São João Batista por todas as capelas pertencentes à paróquia de Nova Bréscia. Por cerca de um mês e meio, a imagem do santo percorreu todas as capelas, onde foi recebido pelos moradores das comunidades.
Em cada capela, foi rezada uma missa e, em seguida, realizada uma confraternização entre os participantes, preparando  todos para a grande festa em honra ao padroeiro, realizada sempre no domingo mais próximo ao dia em que comemora-se o nascimento de João Batista, 24 de junho.
A festa na Igreja Matriz contou com a participação de todas as comunidades que foram visitadas pela imagem de São João Batista. Cada comunidade trouxe a imagem de seu santo padroeiro para renovar a bênção da imagem, estendida à sua comunidade protegida.
Após a celebração da missa, os presentes seguiram em procissão levando as imagens de todos os santos, renovando a fé e os pedidos de proteção a todos os santos e santas.
Ao meio dia, centenas de pessoas participaram do almoço em homenagem a São João Batista, agradecendo pela proteção.
 

AES SUL recebe solicitações de serviços no município

No dia 20 de junho, o Sr. Ricardo Slaghenaufi Neto, Coordenador Operacional da AES SUL de Lajeado, esteve visitando o Prefeito Municipal Gilnei Agostini, quando foram entregues solicitações de serviços em Nova Bréscia.
Dentre estas, pedido de reforço de energia para as famílias que residem na entrada de Linha Tigrinho, logo após o Loteamento Popular;  colocação de um transformador em frente ao novo Posto de Saúde; ligação da luz no novo loteamento popular; ligação da energia elétrica na propriedade de Vilmar Cristofoli; colocação de um poste que está localizado em frente a casa de Ireno Segabinazzi; bem como outros pedidos de particulares. 

Município vai sediar a 13ª Copa Sul-Brasileira

Acontece, no final de julho, mais uma edição da Copa Sul-Brasileira de Futebol, para atletas até 17 anos.
A Administração Municipal, através do Departamento de Esporte, junto com a Escolinha de Futebol CFM, está organizando a hospedagem de mais de mil atletas, dirigentes e familiares, vindos de várias partes do país e do exterior.
Em reunião realizada no dia três de junho, os organizadores discutiram também sobre os campos de futebol da região (serão utilizados seis campos), a programação da cidade, como o comércio deve se portar, a limpeza e a parte informativa. 
A presença desses atletas e familiares irá trazer um bom incremento na economia do município, principalmente no setor da alimentação. Segundo o Departamento Esportivo, estão todos engajados para tornar a estadia dos atletas em Nova Bréscia confortável e prazerosa. 

Beatificação de Madre Assunta é festejada

A população bresciense está participando, pela primeira vez, de um processo de beatificação. Madre Assunta Marchetti, irmã missionária Scalibriniana, que viveu em Nova Bréscia de 1919 a 1921. Será beatificada no dia 25 de outubro, na Catedral da Sé, em São Paulo.
No domingo de sol, primeiro de junho, a comunidade bresciense e religiosos de todo o estado promoveram uma celebração em homenagem à Madre Assunta, quando um grupo de fiéis reviveu a trajetória de religiosa, encenando sua chegada ao município. Segundo a história, Madre Assunta partiu de Bento Gonçalves no dia 11 de março de 1919, acompanhada pelas irmãs Atília Angeli e Justina de Camargo, por José Zambiasi, Luís Zanatta, Maria Bongiorni e Ignez Daltoé, para abrir uma humilde escola paroquial, denominada Colégio Sagrado Coração de Jesus.
A primeira parada da procissão foi em frente ao Hospital São João Batista. Na época de sua chegada, Madre Assunta fazia, às vezes, de médico, já que não havia um profissional da área no município. O primeiro médico, Dr. José Lorenzini,  chegou apenas em 1924.
Mas o objetivo de Madre Assunta e sua congregação era abrir uma escola em Nova Bréscia. Aí surgiu o Colégio Sagrado Coração de Jesus, fundado em 1919 e comandado pelas irmãs até 1987. Depois desta data a escola passou a ser estadual e atualmente denomina-se Escola Estadual de Ensino Médio Nova Bréscia.
Em seguida, a procissão rumou para a Igreja Matriz São João Batista. Lá, foi revivida a recepção de Madre Assunta pelo pároco da época, Giovani Morelli, no dia 13 de março de 1919. Na igreja, comunidade e religiosos participaram de uma celebração em honra à futura beata, agradecendo pelo legado deixado por Madre Assunta Marchetti em Nova Bréscia e em todos os lugares por onde passou.
 
 
Madre Assunta
Natural de Lombrici di Camaiore, Itália, Maria Assunta nasceu em 15 de agosto de 1871. Veio para o Brasil em outubro de 1895, a pedido do seu irmão, padre José Marchetti, missionário de São Carlos, ordem fundada em 1887 pelo bispo de Piacenza, João Batista Scalabrini, para cuidar dos órfãos filhos de imigrantes italianos e africanos que viviam em São Paulo. Madre Assunta viveu no Brasil por mais de cinquenta anos. Faleceu em 1º de julho de 1948, no orfanato na Vila Prudente (SP), onde foram enterrados seus restos mortais. 
 
O milagre
Em 1994, Heráclides Teixeira Filho foi diagnosticado com morte cerebral, no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre (RS). Após a família pedir a intercessão de Madre Assunta, o paciente recobrou os sentidos e ficou curado sem sequelas. No dia 19 de dezembro de 2011 aconteceu a promulgação do Decreto das Virtudes Heroicas de Madre Assunta Marchetti, reconhecidas pelo papa Bento XVI. O milagre atribuído à venerável Madre Assunta foi reconhecido no dia 09 de fevereiro de 2012 pela equipe de médicos da Congregação da Causa dos Santos do Vaticano.
Fonte: CNBB 
 
 
 
 
 
Você está aqui: Principal Notícias Destaques