Desfile de 7 de Setembro homenageia 50 anos de Nova Bréscia

Nova Bréscia comemorou a Independência do Brasil no domingo, seis de setembro, com um desfile temático organizado pela Secretaria de Educação.
A caminhada cívica deste ano teve como tema os 50 anos de Nova Bréscia. Entidades, escolas e comunidades trouxeram faixas e carros alegóricos retratando diferentes assuntos, desde o esporte, a educação e a religiosidade.
Durante a semana, alunos da rede municipal e estadual também prestaram homenagens à pátria através de apresentações no auditório do Centro Administrativo.
 
 
Linha Nossa Senhora do Rosário trouxe o tema religiosidade.
 
O CRAS apresentou seus projetos, que tem como foco de trabalho a família, fortalecer os vínculos familiares, promover a proteção social e desenvolver habilidades.
 
 
A EMEI Criança Feliz trouxe as crianças com seus brinquedos e fantasias, pois brincar, para a criança, é tão importante e sério como trabalho é para o adulto.
 
Nova Bréscia Dança Show trouxe a galeria de ex-prefeitos do município e a dança em homenagem a Pátria “Brasil Brasileiro”, apresentando os 26 Estados da União Federativa e o Distrito Federal.
 
As bandeiras foram trazidas pela Presidente do Poder Legislativo, Gabriela Laste, e pelas Soberanas Sabrine Bertol e Luiza Dalmoro.

Baile de Casais beneficente

O tradicional Baile de Casais do Clube Tiradentes, este ano foi realizado em parceria com o Hospital São João Batista. As duas entidades empenharam-se em organizar o evento, que teve 100% de seus lucros revertidos para o hospital. A decisão de ceder a data para que o Hospital explorasse a festa partiu da nova diretoria do Clube Tiradentes.

Participaram do evento cerca de 120 casais, vindos de toda a região, a convite das diretorias do clube e do hospital, bem como de funcionários do hospital, que trouxeram amigos e familiares para colaborar com a entidade. 
O baile teve decoração e figurino dos organizadores inspirados nos Anos 60. O hall de entrada do Clube recebeu decoração especial, produzida pelas Lojas Camini. Para lembrar ainda mais os “anos dourados”, automóveis antigos ficaram estacionados na porta de entrada do clube e, no hall, uma lambreta. Os veículos foram gentilmente emprestados pelos irmãos Paulo e Gilberto Zambiasi.
O evento começou com um jantar comandado pelo Buffet Festas Bresciense, seguido de sorteio de brindes e baile com o Grupo Musical Imagem.
O lucro do evento foi de  R$ 6.476,10.
 
Nova diretoria
O Clube Tiradentes tem nova diretoria, formada pelo presidente reeleito em assembleia geral, Diogo Carlos Delazeri. Ao lado da esposa Grasiela, Diogo conta agora com o casal vice-presidente, André e Andréia De Maman e pelos membros da diretoria, formada pelos casais Wagner André Dalmás e Suélen Giongo; Cassiano Castoldi e Glaér Giongo; Cláucio e Ivana Scartezini; Diônatas Delazeri e Jéssica Valer; Cléber Giongo e Roselete Laste; Cristiano Dalpian e Taís Pozza.
 
Veja mais fotos aqui

Nova Bréscia despede-se de Adelson Mezacasa

Nova Bréscia perdeu um de seus líderes no dia 12 de agosto. Faleceu, aos 45 anos, o vereador Adelson Mezacasa, vítima de infarto. A despedida de familiares, amigos e população brescienses aconteceu durante o velório, realizado no saguão do Centro Administrativo, e na missa celebrada na Igreja Matriz São João Batista, quando centenas de pessoas deram o último adeus ao vereador.
Filho de Archangelo Mezacasa Sobrinho e Adilie Daroit Mezacasa, casado com Rosane Salete Mezacasa e pai de Nórton e Náubert, Adelson foi cinco vezes vereador: gestão 1993/1996; gestão 1997/2000; gestão – 2001/2004; gestão – 2009/2012; e gestão – 2013/2016. Era integrante e incentivador do Grupo Mentirosos Moto Clube, foi Presidente do Imigrante de Linha Tigrinho Alto, participou do Departamento Esportivo da Sociedade Recreativa e Cultural Tiradentes, da diretoria da Associação dos Vereadores do Vale do Taquari – AVAT, Presidente do Partido Progressista de Nova Bréscia.
Histórico de Adelson Mezacasa no livro ‘Entre Memórias”, de Claci Gasparotto Lagemann e Neusa Alberton
 
“Adelson Mezacasa entrou na política ainda jovem, aos 22 anos, no entanto já dono de maturidade suficiente para saber da importância do papel a ser exercido na Casa Legislativa.
Sua aptidão política foi percebida antes por seus colegas da Faculdade do curso de Letras/UNIVATES. Diziam seus colegas que tinha jeito para a política partindo de seus argumentos, pelo modo de portar-se nos debates e discussões. Logo em seguida esta aptidão foi percebida pelos políticos de Nova Bréscia, que o convidaram a candidatar-se.
Acabou por acatar o convite. Concorreu e venceu. Sua primeira gestão foi de 1993 a 1996, reelegendo-se em função de sua excelente atuação, nos anos de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004.
Adelson tem uma ideia básica para sua atuação. Pensa que os vereadores tÊm de planejar algo melhor para o município, que é um lugar ótimo para se viver. É da ala dos munícipes que pensam que se deva trazer uma indústria para Nova Bréscia. Outra ala é contrária a esta conquista por ter medo dos problemas sociais que poderiam advir desta vitória. Mezacasa acredita que uma unidade industrial poderia proporcionar empregos que fixariam o jovem no município e, consequentemente, traria o progresso.
A agricultura, que representa 94% do retorno para o município, também é preocupação de Adelson, que pensa que ela deva ser foco de atenções e investimentos constantes.
Em sua opinião, política não pode atender a este ou aquele por pertencer a determinada silga partidária, mas sim agir pelo bem de todos.
Como projetos futuros, gostaria de proporcionar as crianças dos anos iniciais ( jardim, pré, 1ª a 4ª série) cursos de informática. Outra luta é pela construção de um parque poliesportivo. Adelson, como vereador, já fez emendas ao Plano Plurianual para a destinação de verbas políticas, a torre de celular seria também uma conquista que melhoraria a atuação na área de comunicação.
Adelson, ao finalizar, fez questão de frisar que ‘Nova Bréscia um dia vai melhorar’.”
 
 
Homenagem da Administração Municipal
a Adelson Mezacasa
 
A vida dos justos está nas mãos de Deus.
 
Neste momento de fé, louvamos e agradecemos a Deus pela graça que nos concedeu de poder conviver com Adelson, o Niki, parceiro, amigo que alimentava sonhos e ideais e que construiu sua história fundamentada na fé.
Na sua breve existência entre nós, deixa marcas fortes: como pai cultivando o amor em família, como amigo cativando as pessoas e, como homem público, representando os brescienses com responsabilidade e competência por cinco legislaturas, um exercício de verdadeira cidadania.
O povo bresciense se despede de um grande cidadão cumpridor de seus deveres. Mas temos certeza, seus exemplos e testemunhos de persistência e fé como homem exemplar, nos fortalecem.
Somos solidários à família. Certamente, Adelson está junto de Deus orando pela sua família, e pela sua grande família, o município de Nova Bréscia.
Adelson, somos gratos a Ti e a Deus.
Um amigo tem muitos atributos. Um amigo é para sempre. 
Por isso, Adelson........
Não vai ser fácil, meu amigo, eu bem sei
Vai ser difícil prosseguir sem sua ajuda
Quantas batalhas nós tivemos lado a lado
De repente simplesmente
Silencia o seu mundo
Quando ecoar a minha voz
Buscando a sua pelos palcos
Pelas ruas onde a gente militou
Quanta saudade do parceiro do amigo
Mas onde você estiver
Sei que vai estar comigo
Depois das nuvens muito além no infinito
Num lugar bem mais bonito
Sei que deve estar agora
Enquanto aqui na terra a luta continua
Nós sentimos falta sua
Mas é Deus quem faz a hora
Recomeçar tudo outra vez, sei, é preciso
Seguir em frente sei que vou contar contigo
Voltar ao dia a dia, ao trabalho, aos sonhos e esperança
Sem temer os obstáculos
Sua força eu preciso com certeza, Niki, lá de cima você estará iluminado nossos caminhos.
Nova Bréscia agradece todo teu empenho, dedicação, interesse e comprometimento com teu povo e bem para com a Administração Municipal.
 

10 ruas terão trechos calçados

Devem começar até o início de setembro, as obras de calçamento de 10 trechos de ruas no centro da cidade. Serão 9.522,69m² de calçamentos executados pela empresa Irmãos Dadalt Ltda, vencedora da licitação da obra. O valor orçado é de R$ 804.763,97.
No dia 18 de agosto, os proprietários dos terrenos localizados nas ruas a serem calçadas, participaram de uma reunião no Centro Administrativo, quando a Engenheira Civil da Prefeitura, Ana Tronco, explicou como serão as obras, valores a serem investidos pela prefeitura e pelos proprietários dos terrenos, bem como as condições de pagamento.
Segundo a Lei Municipal nº 1535/206, as obras de calçamento devem ser pagas 50% pela Prefeitura Municipal e 50% pelos proprietários do terreno. O valor pago nas obras a serem realizadas será de R$ 84,51m². Os valores serão calculados de acordo com a largura da rua e a metragem do terreno. Conforme Léo Fontana, da empresa Fontana Topografia e Construções, que está auxiliando na elaboração do projeto, no levantamento topográfico, na medição e demarcação das ruas, os trechos a serem calçados tem de nove a sete metros de largura. A largura de cada rua foi estipulada de acordo com a realizada de cada trecho, sendo que algumas terão calçada de um metro, enquanto outras de até 2,5m.
Na reunião, os proprietários esclareceram dúvidas e foram informados de que o pagamento do calçamento pode ser feito à vista com 10%  de desconto ou em até 36 vezes, corrigido pelo URM. Todos os proprietários serão informados, logo após o termino de cada rua, os valores a serem pagos.
As primeiras ruas a serem calçadas serão a Ângelo Viecelin e a João Giovanella. Devem ficar para o final as ruas abertas recentemente, como a Fidélis Dall’Óglio, que precisa esperar o alicerce ficar firme, bem como os aterros da nova ponte que está sendo feita na rua. A expectativa é de que todas as ruas estejam prontas até janeiro de 2016.
Os trechos a serem calçados serão: Rua Ângelo Viecelin – trecho entre a Av. Bento Gonçalves e a Rua João Giovanaz; Rua Artemio Felini – trecho entre a Rua Barão do Cotegipe e Rua Jorge Felini; Rua Eduardo Laste – trecho da Rua Pedro Delazeri até o final; Rua Fidélis Dall’Óglio – Trechos entre a Av. Bento Gonçalves até a Rua Osório e o trecho entre a Rua Sete de Setembro e a Rua Madre Assunta Marchetti; Rua João Giovanaz – trecho entre a rua Ângelo Viecelin até rua sem denominação; Rua Jorge Luiz Felini – trecho da rua Artemio Felini até o final; Rua Madre Assunta Marchetti – trecho entre a Rua 12 de Outubro e Rua Fidelis Dall’Óglio; Travessa José Delazeri – trecho da Rua Fidelis Dalloglio até o final; e Rua Maldina Zambiasi – trecho da Rua Ari Nelson Klan até o final.
 
Você está aqui: Principal Notícias Destaques