Assistência busca atender seu público alvo com novas oficinas

Dando continuidade às entrevistas com os secretários municipais, nesta edição falamos com a Secretária de Assistência Social, Andrea Lemos Martini. Veja o que ela contou sobre os planos da Administração para o setor.
 
JNB - Dos projetos existentes no ano passado, quais a Secretaria de Assistência Social vai executar esse ano?
Andrea - Os projetos que se enquadram dentro da nova realidade do município e que atendam o público-alvo, previsto pela legislação, continuarão sendo desenvolvidos. Outros novos projetos também poderão ser oferecidos, visando atender a demanda do nosso público: crianças, jovens e idosos.
 
JNB - Houve alteração no quadro de funcionários da secretaria? Quem são os profissionais à disposição?
Andrea - O quadro da Secretaria da Assistência Social teve alterações e ainda não está totalmente completo. Temos atualmente atuando, duas assistentes sociais, dois estagiários, um educador físico voltado ao projeto da Ginástica. 
 
JNB - A agenda do CRAS, referente a atividades em turno inverso de aula, já está elaborada?
Andrea - Sim, mas poderá haver alterações em função da adequação, necessidades e da composição da equipe de trabalho.
 
JNB - Com a alteração do horário de funcionamento da EMEF Madre Assunta, o que muda nas atividades oferecidas pelo CRAS a seus alunos no turno inverso?
Andrea - Os projetos realizados no CRAS continuarão sendo desenvolvidos normalmente, atendendo a demanda e a faixa etária.
 
JNB - Haverá dias determinados para o atendimento ao público, pela secretaria, no Centro Administrativo?
Andrea - A Secretaria no Centro Administrativo estará aberta todos os dias para atendimento ao público. 
 
JNB - A Secretaria tem novos projetos para serem implantados neste ano?
Andrea - Estamos elaborando o nosso plano de ação mas, com certeza, teremos novos projetos para este ano e estes serão desenvolvidos em cima dos anseios e das necessidades do munícipes.
JNB - Quais as dificuldades que o setor deve enfrentar esse ano?
Andrea - A princípio esperamos não encontrar dificuldades, pois contamos com a continuidade dos serviços prestados e com os recursos oriundos das esferas que os mantêm.
 
JNB - Há previsão para o recebimento de verbas federais ou estaduais?
Andrea - Os programas são desenvolvidos com boa parte de recursos oriundos do Governo Federal e Estadual, e para este ano a previsão é que eles continuarão a serem recebidos.
 

Compartilhe

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google BookmarksCompartilhar no TwitterCompartilhar no LinkedIn
Você está aqui: Principal Notícias Geral Assistência busca atender seu público alvo com novas oficinas